Após os resultados nem sempre correspondentes com a realidade do nosso desfile, tal como nos versos cantados pela inesquecível e eterna Elis Regina – “…vivendo e aprendendo a jogar, nem sempre ganhando, nem sempre perdendo, mas aprendendo a jogar!” – a Saracura encontra forças para superar as adversidades, inda que momentâneas, em busca de novos horizontes.

Adentrando pelas linhas jornalísticas, veiculadas logo após a passagem da escola de samba Vai-Vai pelo Sambódromo, em sua maioria – sites, blogs, portais, jornais, revistas, emissoras de rádio e tv – nos colocavam em condições lado-a-lado com as agremiações coirmãs na disputa do título, alguns até destacando-nos como uma das favoritas à vitória.

Durante a apuração, os corações dilaceravam-se com as notas, que funcionavam como um oceano repleto de marés, que ora trazem boas notícias e prazerosos momentos, ora trazem pequenas devastações, que servem para limpar a alma e mandar embora os fluídos negativos.

Não se pode alegar falta de empenho e comprometimento de uma equipe aguerrida, que soube valorizar cada peça a ser montada para nosso desfile, costurando com o suor diário as centenas e centenas de itens deste quebra-cabeça gigante que é o desfile de Carnaval.

Sabemos, porém, que o ânimo de todos nós, vaivaienses com muito orgulho, não pode desabar e afundar com o barco quase a deriva, vamos sim – todos juntos – recolher a âncora de brios e consertar os possíveis furos para voltar a navegar em águas mais tranquilas.

Reconhecer que precisamos reavaliar, reestruturar e fazer uma releitura de nosso planejamento geral é condição básica da diretoria da escola de samba Vai-Vai em direção ao Carnaval de 2019.

Precisamos e desejamos contar com o apoio de nossa Comunidade, há 88 anos sempre presente nos momentos menos felizes e nas comemorações mais alegres.

Vamos em frente, corrigindo o rumo, pois é tradição e o samba continua!

Diretoria G.R.C.S.E.S. Vai-Vai

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here